sábado, 22 de maio de 2010

O homem despido (Parte 3) - Autoridade, poder, dinheiro e corrupção



Autoridade. Quantos perdem a sensibilidade por causa dela? Poder. Quantos se sustentam nele com sabedoria? A consciência às vezes é frágil diante de regalias. Eu sou e posso. Eu mando e você faz.

Autoridade e poder costumam sem aliados do dinheiro. Pode existir uma relação de dependência entre eles, autoridade, poder e dinheiro. É aqui onde entra a corrupção, fechando um círculo de fogo. E o homem se desnuda da descência. Despe-se. Desce. Perde a noção da altura do abismo. Aprofunda-se cada vez mais em busca do quanto mais. Pisa, esmaga, ultrapassa e deixa feridos no caminho.

Nem sempre as vestes tiradas dos corpos e abandonadas num canto revelam acertos de milhões. O homem despido também mergulha na lama por muito pouco. Quando é muito, desconfie que a trama envolve muitos.

Os milhões que teriam sido desviados pelo Ciap (Centro Integrado e Apoio Profissional)envolveria um grupo de cerca de 20 pessoas. E quem foi que abriu a torneira desse ouro que jorrou tão fácil? Todos devem ficar nus, dos pequenos aos grandes. Alguém que é autoridade deu poder a um bando para subtrair dinheiro do povo. Ou o bando foi usado como laranja de um esquema milionário de corrupção?

Ah, o poder que veste a autoridade. Então um homem cometeu um crime por fraqueza espiritual e deve pagar por isso como qualquer outro homem despido tem que ser responsabilizado de seu erro. A autoridade fotografou o nu e distribuiu para os meios de comunicação de massa. Estes, que também tem homens despidos, criaram um novo mártir para um forte segmento da sociedade.

Erraram todos. Tanto os que puniram sem o respaldo da lei, pois autenticaram com o manifesto dos solidários um ídolo de barro, quanto os que fecham os olhos diante de qualquer nudez e condenam os que acenderam os holofotes para quem não merecia nada mais que a punição.

AMANHÃ, NO GOZO DA INFLUÊNCIA E DO JEITINHO.

Abaixo, Polícia, de Tony Belloto (Titãs). Extraído do Youtube.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARTICIPE: